terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

CRÍTICA - MARLEY & EU


Só quem tem um cachorro sabe o amor que esse animal é capaz de despertar no ser humano. E se você tem ou gosta de cachorro já está com 90% do caminho andado pra gostar de "Marley & EU". O filme começa com gostinho de Sessão da Tarde, com tudo que isso tem de ruim e também de bom (Muitos não admitem, mas certos filmes de "Sessão da Tarde" são inesquecíveis na vida de todos nós) e vai te envolvendo na história de forma bem positiva. Marley, o personagem, é incrivelmente carismático e você pode perceber as famílias presentes no cinema dando aqueles suspiros e gemidos caracteristicos a cada gracinha do encrenqueiro. O filme vai andando muito bem e divertido (destaque para a cena do adestramento de cães, com uma irreconhecível Kathleen Turner), mas quanto mais vai se aproximando do fim, vai crescendo uma sensação terrível.Todos sabem como a história vai terminar, e você gosta tanto dos personagens que dá vontade de sair do cinema pra não ver a tristeza deles no final. E quando chega a hora, não há viva alma que aguente: Esteja preparado para um dos finais mais estrategicamente construídos para fazer chorar de soluçar cada um dos mortais presentes na sessão. Esse final faz o filme crescer de maneira absurda e transforma o filme numa das melhores atrações da temporada. Pena que pra se obter esse prazer, tenha que se sentir tanta dor.

MARLEY & EU (Marley & Me)
Direção: David Frankel
Elenco: Owen Wilson, Jennifer Aniston, Alan Arkin, Eric Dane, Haley Benett
EUA, 2008.

3 comentários:

douglasfert disse...

Pois é...
O filme mostra as diversas facetas de se conviver com um cachorro e isto é divertido, emocionante, excitante, difícil e triste.
QUando temos cachorros passamos por TODOS estes momentos e o livro(é, o filme é baseado em um livro) possui todos estes momentos aplicados a um cachorro fora de sério,não?

O fim é trise, mas necessário. Realmente Marley&Eu é uma das melhores opções para a temporada (passada), já que agora uma nova leva de filmes invadiu e estão para invadir o cinema.

Destaco para ti os indicados ao OSCAR: O Curioso Caso de Benjamin Button, Dúvida e Vich Cristina Barcelona.
Os trÊs são ótimos e estou torcendo para que recebam o maior números de estatuetas possíveis no próximo domingo.

Histórias do Arteiro disse...

Vlw, Douglas!!! Sei que o filme é baseado no livro (que li também), mas resolvi falar só do filme na crítica. Valeu pelas dicas, "Benjamin Button" e "Vicky Cristina" já vi, só falta "Dúvida"!

Junior disse...

Putz esse filme é nota 1.000
quando fui no cinema assitir, quando chega no final do filme vc ouve todo mundo chorando no cinema
e eu tava no meio
srsrs
adorei o filme
parabens pelo blog