quarta-feira, 20 de maio de 2009

BONS VENTOS PARA O CINEMA NACIONAL EM 2009


Ao contrário de 2008, quando o cinema nacional amargou uma das piores bilheterias desde sua retomada e o único filme a alcançar mais de um milhão de espectadores foi "Meu Nome não é Johnny" (fez cerca de 2,2 milhões), sendo seguido bem de longe por outros filmes que muita gente apostava, mas que tiveram resultados abaixo do esperado em se tratando de venda de ingressos ("Romance", "A mulher do meu amigo", "A guerra dos Rocha", "Encarnação do demônio" e outros), o ano de 2009 vem garatindo boas surpresas para alívio geral dos investidores, produtores e exibidores de filmes brasileiros.
Pra começar, "Se eu fosse você 2", sozinho, vendeu quase o número total de ingressos vendidos por todos os filmes brasileiros do ano passado. Sò agora saindo de cartaz, ele chegou a inacreditável marca de 6.100.000 de espectadores, tornando-se o maior público entre os filmes da chamada retomada do cinema nacional (iniciada em 1994), além de um dos maiores públicos de filme brasileiro de todos os tempos. Na cola, tivemos um sucesso mediano, mas digno de nota, com "O menino da porteira", que acumulou cerca de 650.000 espectadores. No momento, quem está bombando é a comédia "Divã" (imperdivel!), que com apenas 5 semanas em cartaz, continua entre os 5 mais vistos, com mais de 1.350.000 espectadores, e deve chegar fácil aos 2 milhões. Até mesmo os documentários tem atraído maior interesse e o recente "Simonal - ninguém sabe o duro que eu dei" conseguiu estrear como o décimo filme mais visto da semana (fato raro para um documentário), tendo atraído mais de 10 mil espectadores apenas no fim de semana de estréia.
E o futuro parece promissor, se não pelo lado artístico, pelo menos em termos de bilheteria. O trailer de "A mulher invisivel" tem arrancado gargalhadas nas sessões de "Divã", traz uma história engraçada, um ator chamariz de bilheteria (Selton Mello) e uma beldade seminua (Luana Piovane). Selton Mello também está em "Jean Charles", filme com tema polêmico sobre brasileiro assassinado no exterior e que já repercute bem na imprensa. filme"Os normais 2" é outro filme que tem tudo pra repetir o sucesso do primeiro (cerca de 3 milhões de espectadores) e matar a saudade dos fãs das loucuras de Rui e Vani (isso me inclui). Pra finalizar, dois documentários que também devem fazer barulho: "Garapa" de José Padilha (Tropa de elite) vem recebendo comentários super elogiosos dos críticos e estréia ainda esse mês e principamente "Alô, alô, Teresinha", que mostra momentos inesquecíveis do Velho Guerreiro. Esse até eu quero ver!
Mas também estou apostando/torcendo pelo sucesso comercial e artístico de "Do começo ao fim", "Budapeste" e "A festa da menina morta", .

sábado, 16 de maio de 2009

DO COMEÇO AO FIM - ALTAS EXPECTATIVAS!

Assisti ao trailer de "Do começo ao fim", de Aluisio Abranches, filme que vem causando sensação por blogs, comunidades no orkut e no youtube, pela polêmica: É um filme de temética gay e com incesto! O fato é que, filme bom ou não, o trailer é fantástico. Só tenho lido comentários positivos de todos os lados (com exceção dos sites religiosos que estão até ameaçando boicote). Nunca o assunto foi tratado de forma tão bela e poética no cinema nacional, os atores estão fantásticos, os protagonistas são lindos... Enfim, se não vai ser um super sucesso comercial,com certeza fará barulho no circuito "cult". No filme, Julia Lemmertz e Fábio Assunção são pais de dois meninos que mostram-se muito íntimos e grudados um no outro, o que provoca preocupação dos mesmos. Quando crescem, os dois consumam de verdade o incesto e o filme trata dessa estranha história de amor e a reação da família a isso. No trailer, um diálogo em especial chamou minha atenção: - Eu te amo. - E porque você me ama? - Eu te amo porque você é meu. - Eu também te amo! - E porque você também me ama? - Eu te amo porque... pra entender o nosso amor seria preciso virar o mundo de cabeça pra baixo.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

PRÓXIMOS LANÇAMENTOS





Maio já está correndo e devido às minhas férias, não pude cumprir o prometido de sempre falar sobre os lançamentos do mês. Bom, ainda dá tempo pelo menos de contar um pouco sobre os principais lançamentos da segunda quinzena do mês....

- ANJOS E DEMÔNIOS (15 de maio)
O diretor Ron Howard e Tom Hanks de volta para mais uma adaptação de um livro de Dan Brown ("O Código Da Vinci"). As expectativas são altas, porque o outro filme foi um enorme sucesso de bilheteria em todo o mundo. Na trama, Robert Langdon (Hanks) investiga a morte de um importante cientista. Mas é claro que tem podreira religiosa no meio... de novo.

- BUDAPESTE (22 de maio)
Elenco internacional, adaptação de um best-seller de Chico Buarque, direção do ótimo Walter Carvalho. Tudo pra dar certo? Só o tempo dirá...

- DUPLICIDADE (22 de maio)
Julia Roberts, cada vez mais rara nas telas, volta ao lado de Clive Owen. Eles são uma dupla de espiões que se juntam para dar um golpe em antigo chefe.

- UMA NOITE NO MUSEU 2 (22 de maio)
O primeiro era bem bobinho, mas foi um sucesso enorme de bilheteria. Então muda-se o museu, mas tudo continua mais ou menos igual... espera-se que ao menos, com melhor roteiro.

- GARAPA (29 de maio)
José Padilha, diretor do consagrado "Tropa de elite" toma caminho diferente do que se esperava e volta aos documentários. Esse é sobre a fome no Brasil, do ponto de vista das vítimas. Dizem que é uma porrada no estômago.

- O MISTÉRIO DAS DUS IRMÃS (29 de maio)
Maism uma versão americana para filme oriental de terror/suspense. Dessa vez, são duas irmãs adolescentes encarando uma penca de fantasmas e um segredo "surpreendente".

- STREET FIGHTER: A LENDA DE CHUN-LI (29 de maio)
Promessa de bomba ainda maior que "Dragonball Evolution", o filme conta a história da personagem Chun-Li, uma as mais populares do game. Prepare seu coração!

- JONAS BROTHERS 3D: O SHOW (29 de maio)
Muitos gritinhos histéricos na sessão, três garotos puros e "se guardando" para o casamento e muita, mas muita música ruim.

DIVÃ


"Divã" tinha um sério obstáculo: tentar agradar aos fãs e ser fiel ao livro que o originou, momento de muita inspiração de Martha Medeiros. Pouca gente acreditava, mas o filme é sim, muito legal. COm ótimo roteiro, que não deixa a peteca cair em nenhum momento e amparado pelo extraordinário talento de Lília Cabral, "Divã" é um filme extremamente simpático e vigoroso. Na trama, Mercedes é uma mulher de 40 anos que resolve pela primeira vez procurar um analista. Assim ficamos sabendo de suas dúvidas, angustias e problemas. Só que Mercedes é divertida pra cacete e tudo se torna muito engraçado e atores como Alexandra Richter e Paulo Gustavo aproveitam para dar shows de interpretação. Esqueça o preconceito ao cinema nacional e assista, porque é uma das comédias mais divertidas do momento, e isso independente de nacionalidade.

DIVÃ (Brasil, 2009)
Direção: José Alvarenga Jr.
Elenco: Lilia Cabral, José Mayer, Alexandra Richter, Reynaldo Gianechinni, Cauã Raymond, Paulo Gustavo, Julianne Trevisol.

ESTOU DE VOLTA!!!


Minhas férias acabaram, infelizmente, porque tudo acaba um dia. Não fiz tudo que gostaria, mas até que foi legal. Pelo menos houveram coisas dignas de nota: Fui pela primeira vez a um show de Pedro Mariano, qie adoro (no Teatro Rival - Rio de Janeiro) e estive no dia 1o de maio na Quinta da Boa Vista para a festa do Dia do Trabalho, foi bem legal (ver fotos). Acabou que não cheguei a viajar para São Paulo, o que foi adiado pra julho, porque vou aproveitar e ver o show da minha querida Patricia Marx. É isso, sem mais delongas, voltamos ao expediente. Abraços a todos!


Na foto, eu, Jasiel, Rosangela e sua mãe.