domingo, 15 de março de 2009

CRÍTICA - SIM, SENHOR


Jim Carrey é um gênio ou um canastrão? Bom, um pouco de cada e talvez seja esse seu charme. Revelado em comédias descerebradas, mas que acabavam muito valorizadas graças a seu iniguilável talento histriônico, Jim Carrey provou, sim, ser um ator e tanto em dramas como "O Show de Truman", "O mundo de Andy" e o excelente "Brilho eterno de uma mente sem lembranças". Seu novo filme, "Sim, senhor" é uma volta às comédias e com um roteiro um tanto quanto similar ao sucesso "O Mentiroso" (1997):
Um homem com tendência a ser negativo, Carl Allen só vive se dando mal na vida. Levado por um antigo amigo a uma espécie de reunião de auto-ajuda, onde as pessoas tem que dizer "sim" pra tudo na vida - sem exceções - ele acaba vendo sua vida mudar de pernas pro alto. Não dá pra reclamar: Quem quer simplesmente rir a vontade, sem se preocupar em ver um grande filme, pode relaxar sem medo: Jim está no auge da forma e suas expressões e tiradas são hilárias e no cinema só se comenta uma coisa: "Só ele mesmo pra fazer isso". E é verdade. Zoey Deschanel, que esteve apática em "Fim dos tempos", faz bonito aqui e tem muita quimica nas cenas românticas com Jim. Outro destaque é Rhys Darb, como o chefe nerd de Carl, que organiza festas temáticas de Harry Potter e 300. No fim, se não é um filme inesquecível, cumpre o seu papel: Diversão sem compromissos.

SIM, SENHOR (Yes, man)
Direção:`Peyton Reed
Elenco: Jim Carrey, Zoey Deschanel, Terence Stamp, Molly Sims, Rhys Darb
(EUA, 2008)

3 comentários:

RAAATO disse...

mundo de andy é um dos melhores filmes de todos os tempos, entra no meu top10 fácil...

Abçs
Flavio DesVínculos
http://desvinculos.wordpress.com/

esdras b disse...

Eu gosto do Jim Carrey!!!
Amei O MASKARA, adorei O MENTIROSO, mas a minha paixão, o meu xodó, o filme q me faz sonhar, é BRILHO ETERNO DE UMA MENTE SEM LEMBRANÇAS, até escrevi uma crônica sobre a forte impressão q ele me causou (depois dá uma olhada lá, tá nas postagens mais antigas do dia 12/11/08, o título é 'ESQUECER'). Sem falar q tem a Kate né, estupenda como sempre!!! Mas voltando ao Jim, tbm gostei dele no complexo NUMERO 23. Ele é canastra sim, mas tem um estilo próprio mto particular e sempre arrasta milhões até as bilheterias de seus filmes. SIM, SENHOR ñ me interessou mto, ñ ao ponto de pagar um ingresso de cinema, mas qro asisti-lo sim.
Ah, já ia esquecendo do ótimo TODO-PODEROSO, mto bom tbm!!!

Ps.:Qto ao seu coments em meu post, ñ seja modesto, vc é excelente naquilo q se propõe a escrever. Deveria ser crítico de cinema, escrever para alguma revista, q tal a SET? Sem brincadeiras, sempre q leio seus posts a impressão q tenho é essa, de estar lendo a opinião de um especialista.
Parabéns sempre!!! E obrigado pelo carinho!!!

Ponte Acústica disse...

Quero muito ver o filme! :D
Curti as críticas, vou continuar lendo =p